Kumo Desu wa, Nani ka? Capítulo 16

segunda-feira, setembro 28th, 2015

Tadaima minna!

Finalmente voltei para traduzir… e infelizmente voltei pra traduzir….

Enfim (Hirune feelings), capítulo traduzido por Hirune e revisado por Suzu-chan.


16 – Deixando o ninho – 

Marchando.

Meus passos estão pesados.
O choque foi maior do que eu pensava, porque eu corri a toda velocidade.
Eu perdi minha querida casa.
Mesmo se eu me tornei uma aranha, o meu coração não vai enfraquecer, mesmo se eu comi coisas estranhas.
Ah, o choque foi inesperadamente grande quando chegou a hora, mesmo que eu pretendia estar preparada quando houvesse uma situação onde eu precisaria deixar a minha casa algum dia.
Eu pensei que seria um pouco mais tarde, mas o dano foi enorme.
Eu queria manter minha casa, pelo menos até que eu alcançasse o nível 10.

Uuu.
Uuuuuu.
Uuuuuuu, Uga!

Yosh, eu terminei a minha hesitação.
Vamos ter uma mudança de sentimento.

Por enquanto, vamos decidir o que fazer no futuro.
Existem várias opções.

1, Construir uma nova casa em outro lugar.
2, Vagar em torno do calabouço.
3, Seguir em direção a saída do calabouço.

Isso é tudo que eu posso pensar agora.
Eu quero pegar escolha no.1 quando eu pensei sobre a segurança.
Mas, tenho a intenção de rejeitar a escolha no.1.

Minha casa era maravilhosa.
As necessidades da vida estão satisfeitas e não há quase nenhuma necessidade de trabalhar.
Pode ser dito que, era como um paraíso ideal.
Mas, eu estaria arruinada se eu continuasse firmemente acomodada nesse ambiente.
Tanto física quanto mentalmente.

Iria me tornar uma aranha boa-para-nada se eu continuasse a caçar com segurança em minha casa e eu não seria capaz de superar uma situação inesperada.
Eu percebi isso após os humanos queimarem minha casa.
Como está agora, se alguém avançar minha teia de aranha, eu só tenho a escolha de escapar.

Não adianta se for assim.
Seria interminável se eu ficar deprimida quando eu fugir como desta vez.
Acima de tudo, há algo latente dentro de mim, porque a minha casa foi destruída.
Não me parece que eu sou capaz de me permitir continuar fugindo.
Sim, eu estou realmente frustrada.

Minha casa foi destruída com facilidade, eu estou aqui mas eu não posso fazer nada a não ser pensar que escapar é a escolha mais óbvia.
Sim, aquela que não hesitou em pensar em escapar não foi outra senão eu.
Mas, como foi depois de escapar?
O sentimento de frustração e de quão patética eu sou, que poderia rasgar meu corpo!
Escapar mais uma vez?
Como eu posso suportar uma coisa dessas.

O que me deixou fervendo de raiva foi que a minha casa não era apenas um lugar conveniente, mas era um lugar muito importante para mim,
Se eu fosse dizer isso de forma simples, era o lugar onde eu realmente pertencia.

Na minha vida anterior, eu não pertencia a lugar algum.
Minhas relações familiares entraram em colapso e eu não cresci acostumada a escola.
Mesmo no jogo, era apenas um mundo de ficção.
Não há nenhum lugar onde eu pertença.
Bem, eu tomei uma atitude desafiante que eu não pertenço a lugar algum.

Minha casa, o lugar que construi só para mim, o lugar onde eu pertenço.
Um lugar só para mim, sem hesitar a ninguém.

Ele foi levado.
Ele foi saqueada por uma existência que era eu mesma.
Eu nunca poderia ser motivo de orgulho se eu entregasse aqui.
É feliz apenas ser capaz de viver?
Ha, eu era um idiota japonesa pacifica.
Viver sem orgulho é como estar morto.
Eu entendi isso do assunto de antes.

A minha casa foi perdida.
Meu orgulho foi ferido.
Devo ficar mais forte, de modo que meu orgulho não será manchado.
Por isso, eu não posso me fechar em um novo lar e caçar com segurança.
Devo ganhar experiência através de combates.

Se for esse o caso, então é ou vagando no calabouço sem rumo ou ir para a saída.
No entanto, ambas as opções têm a mesma aparência.
Afinal de contas, eu não sei onde está a saída.
No final, a única opção restante é vagar sem rumo.

Em primeiro lugar, eu mal sei sobre este calabouço.
Eu não sei o nome desse calabouço, embora eu nasci e cresci neste calabouço.
Eu não sei o quão grande é este calabouço, o que é a dificuldade neste calabouço e eu ainda não sei sobre a topografia do calabouço.
Há muitas coisas que eu não sei.

Hmm?
Eu sinto que tenho me preocupado com as coisas que eu não sei antes disto ….
Ah!
Está certo. O momento em que eu adquiri a habilidade “Analisar”!
Está certo. Eu tenho “Analisar”.
Ele não podia subir de nível quando estava em minha casa, mas agora que estou fora da minha casa, seu nível pode ser aumentar.
Se o seu nível sobir, ele pode ser útil para, então eu deveria continuar a analisar a partir de agora.
Assim, eu começo a analisar.

「Parede do Labirinto」 「Chão do Labirinto」 「Teto do Labirinto」

Não é útil como de costume.
Ah, a proficiência deve aumentar, porque os resultados da avaliação exibidos um a um, sempre que eu ando.
Ugh, eu estou começando a me sentir mal por causa do fluxo de informações na minha cabeça.
Eu preciso suportá-lo um pouco até eu me acostumar com isso.

Quando eu analisei a grande multidão de monstros, pela primeira vez, eu não me senti mal naquele momento.
Naquela hora, ao invés de me sentir doente, eu acho que eu estava aturdido com aquilo.
De qualquer forma, eu deveria vagar no calabouço enquanto analiso.

Anúncios

Um comentário em “Kumo Desu wa, Nani ka? Capítulo 16

  1. Gin Wolfstein disse:

    Obrigado pelo cap >w<

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: